Deputada federal Keiko Ota conhece Santa Casa de Misericórdia de Marília e destaca: ‘Equipe de Deus’

Parlamentar mostra equipamento comprado com recursos de emenda conquistada por ela

A deputada federal Keiko Ota (PSB) conheceu a Santa Casa de Misericórdia de Marília no último dia 8 de dezembro. Acompanhada do marido Masataka Ota (vereador na cidade de São Paulo, também do PSB) e de assessores, a congressista elogiou a estrutura da instituição e fez um comentário sobre os colaboradores do hospital: “Equipe de Deus”.

“Vou às Santas Casas e só ouço queixas. Sabemos das dificuldades em se trabalhar com o SUS (Sistema Único de Saúde) e ficamos felizes em ver o estado de conservação do hospital aqui de Marília. Muitas Santas Casas perdem verbas do governo federal porque não atendem as exigências. Sempre me chamou a atenção o fato do pessoal de Brasília comentar que a Santa Casa de Marília é modelo e hoje realmente estou constatando isso”, comentou Keiko Ota.

A representante da Câmara dos Deputados conhece uma das alas de internação

A representante da Câmara dos Deputados conhece uma das alas de internação.

Recentemente, a deputada do PSB conseguiu emenda no valor de R$ 250 mil para a Santa Casa de Misericórdia de Marília. Com este recurso, foram adquiridos um polígrafo, dois carros-macas simples e quatro cardioversores.

“Pode ter certeza que vou apresentar ainda mais pedidos para ajudar este hospital tão importante para a região de Marília. Vemos que aqui os recursos são muito bem empregados”, salientou a parlamentar, que está em seu segundo mandato no Congresso Nacional.

 

A deputada Keiko Ota com o marido, vereador em São Paulo, Masataka Ota

O vereador Masataka Ota elogiou a estrutura da Santa Casa de Marília. “Não deve nada aos grandes hospitais da capital. Estamos visitando muitas cidades do interior e saímos daqui muito satisfeitos com o que vimos. Quem ganha com isso é a população da região de Marília, que pode usufruir de um complexo hospitalar como este”.

O presidente da Fehosp (Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo), Edson Rogatti, acompanhou a visita do casal Ota e disse que a Santa Casa de Marília recebe pouco do SUS pelos serviços que presta. “A deputada Keiko Ota acertou em investir neste hospital. O governo gasta muito com hospitais públicos e não tem o mesmo retorno. Seria importante todo deputado que garante emenda para a Santa Casa de Marília fazer uma visita e ver que o dinheiro está sendo bem empregado”.

Deputada conversa com membros da direção do hospital e com presidente da Fehosp, Edson Rogatti

O 1º vice-provedor da Santa Casa, Norival Carneiro Rodrigues, ressaltou que o hospital necessita destes recursos provenientes de emendas parlamentares para garantir a modernização dos equipamentos e a promoção de melhorias estruturais no prédio da unidade. “Temos 1.080 funcionários e uma estrutura importante para profissionais de saúde que aqui garantem um atendimento de qualidade. Porém, a manutenção de todo este complexo hospitalar demanda alto custo e por esta razão precisamos do apoio dos deputados, com as emendas e também da sociedade. Agradecemos a ajuda da deputada Keiko Ota e fazemos questão de mostrar onde foi investido o recurso destinado pelo governo federal, através de uma emenda apresentada por ela na Câmara dos Deputados”.

Keiko Ota recebe flores durante visita à Santa Casa de Marília

O superintendente do hospital Sérgio Stopato Arruda fez menção ao apoio que vem sendo dado com os repasses da União. “É uma honra para nós, da Santa Casa, recebermos a visita da deputada Keiko Ota, que assim como outros parlamentares, tem nos ajudado bastante. Somos prestadores de serviços em saúde para 62 municípios da região de Marília, com mais de 70% dos procedimentos realizados via SUS. A verba recebida é auditada e tem a sua aplicação acompanhada pelo Ministério da Saúde. Trabalhamos com total transparência e isso tem feito com que consigamos a ajuda, não só dos deputados, como também da sociedade civil, que tem feito doações importantes para garantir um atendimento de qualidade para a população”.

Aquisições

O médico cardiologista intervencionista, responsável técnico pelo setor de Hemodinâmica e Cardiologia Invasiva da Santa Casa de Marília, Pedro Beraldo de Andrade, enfatizou que os equipamentos de ponta que estão sendo adquiridos trazem mais segurança ao paciente que passa por procedimentos na unidade. “O polígrafo, por exemplo, que veio com esta emenda da deputada Keiko Ota, faz o monitoramento simultâneo do traçado eletrocardiográfico e da pressão arterial invasiva do paciente”.

Segundo o profissional da cardiologia, através do polígrafo é possível fazer o reconhecimento precoce de arritmias cardíacas e hipertensão para que sejam adotadas condutas rápidas que coloquem o paciente em segurança durante procedimentos como cateterismos e angioplastias.

A parlamentar

A trajetória política de Keiko Ota teve início em 2010, sendo eleita a primeira mulher nikkei para deputada federal pelo Estado de São Paulo, com 213.024 votos e reeleita em 2014 com 102.963 votos.

Formada em Direito pela Universidade de Mogi das Cruzes, ela é casada há 30 anos com o vereador Masataka Ota, é mãe de Ives Ota – garoto assassinado aos 8 anos por seguranças de loja, em 1997, caso este que comoveu o Brasil.

Depois da morte de Ives Ota, o casal Keiko e Masataka criou um instituto que leva o nome do filho. A ONG (Organização Não Governamental) realiza palestras e oferece orientação a crianças, jovens e famílias vítimas da violência.

Desde o primeiro mandato, Keiko Ota enviou mais de R$ 15 milhões em emendas parlamentares para as áreas da Saúde, Infraestrutura, Segurança e Assistência Social no Estado de São Paulo.

 

Fonte: Santa Casa de Marília